Venda de elétricos pode superar postos de carregamento

Segundo um estudo sobre mobilidade na Europa, a procura por automóveis elétricos pode superar a capacidade das infraestruturas de carregamento. O acelerado crescimento da quota de mercado destes automóveis pode ganhar redobrado fôlego com o conflito na Ucrânia e os consequentes aumentos dos combustíveis de origem fóssil, além de, para a Europa, ser uma forma eficaz de reduzir a tão falada dependência da Rússia.

Os analistas preveem um crescimento exponencial da procura por automóveis elétricos nos próximos anos, levando a que este segmento de mercado cresça a um ritmo superior ao do “ecossistema que o sustentará”. A consultora EY estima que o número de veículos elétricos na Europa deverá disparar de menos de cinco milhões em 2020 para cerca de 65 milhões até 2030 e para os 130 milhões até 2035.

No entanto, a mesma consultora estima que os postos de carregamentos cheguem aos 65 milhões (nove milhões públicos e 56 milhões residenciais). Contudo, a empresa reforça a necessidade de expandir, reforçar e digitalizar a atual infraestrutura de carregamento.
Em 2021, o número de postos de carregamento públicos europeus aumentou para os 374 mil, um crescimento de 40%, embora existam evidentes diferenças entre os vários países.

Deixe uma resposta